Somos...

Somos...
Rebele-se Contra o Racismo!

domingo, 9 de novembro de 2014

A Cia. É Tudo Cena levando + Arte a Marica...

A Cia. É Tudo Cena! trabalha no Estado do Rio de Janeiro, desde 1996, difundindo a história e mitos da ancestralidade africana, de personalidades negras brasileiras. Tendo em seu currículo quatro principais espetáculos: “A Morte de Bessie Smith”, de Edward Albee; “A Mitologia dos Deuses Africanos – Orixás”, de Luiz Motta; “Uma Rede Para Iemanjá”, de Antônio Callado e “O Beijo da Mulher Aranha”, de Manuel Puig. 

Histórico:
A Cia. de Teatro É Tudo Cena! tem a finalidade de pesquisar, resgatar, valorizar e promover a cultura afrobrasileira, e através das artes cênicas retratar a riqueza e a contribuição da cultura afrobrasileira na sociedade contemporânea. Num país em que tem a maior número de negros fora do Continente Africano, ainda hoje nos deparamos com os desafios de promover políticas culturais e sociais afirmativas e inclusivas visando a integração e reafirmação de nossa identidade afrobrasileira. É importante estabelecer meios para que o teatro brasileiro seja capaz de evidenciar o negro na sociedade, assumindo e ocupando lugar de destaque na construção e garantia de crescimento pessoal, intelectual e profissional.

Cia. de Teatro É Tudo Cena! Sempre trabalhando com dezenas de atores maioria negro@s e técnicos, em seus diversos espetáculos. O que trouxe uma grande experiência na formação destes, sempre pautados pela proposta que acompanha a “Cia” desde sua fundação, que é a priorização de trabalhar com profissionais afrobrasileiros.
Por que essa priorização? Simples! Primeiro porque a dificuldade de absorção dos profissionais negros pelo mercado de trabalho é maior e segundo de apresentar a outros grupos alternativas para solução de suas dificuldades de produção.

A mais de 15 anos a Cia. É Tudo Cena! Trabalhou duro, fazendo das leituras dramatizadas de textos nacionais e internacionais com protagonistas negros desconhecidos do grande público, momentos de forte emoção e aproximação cada vez maior entre as pessoas,

também foram marcantes as montagens dos espetáculos, as oficinas de teatro e os fóruns de discussão para propostas de políticas públicas para as artes cênicas. A busca pela oportunidade de trabalhar com a autoestima da comunidade negra é uma decisão sem volta, pois só entende a sua grandeza quem conhece a sua história.

Oportunidade Imperdível!
A partir de novembro a Cia. É Tudo Cena! ocupará o CEU das Artes de Maricá (Centro de Artes e Esportes Unificado), inaugurado em maio, com uma programação que valoriza a cultura do município voltada para todas as idades. Intitulado "A cena brasileira na cultura de Maricá", a ocupação cultural conta com 7 exposições (indumentária e objetos de povos tradicionais de matriz africana, quadros de óleo sobre tela e de pintura contemporânea dos títulos de filmes, fotografias de beleza negra e de tatuagem, cestaria de taboa e sino dos ventos), exibição de filmes para adultos e crianças (40 sessões ao todo), contação de história para crianças, lançamento de 6 livros, 10 apresentações musicais, 22 de peças teatrais e diversas oficinas. 

Se liga:
As inscrições para as oficinas começam nesta segunda, 27, das 10h às 16h, e serão realizadas em três horários (9h às 12h, 14h às 16h30 e 18h às 22h), com 20 vagas cada e a

faixa etária varia de acordo com a atividade. Serão disponibilizadas 14 oficinas: teatro infantil, teatro negro, perna-de-pau, capoeira, percussão de instrumento e corporal, balé clássico, pintura com óleo sobre tela, pintura contemporânea, tatuagem de hena, beleza afro-brasileira, contação de história, arte de brincar sobre os vídeos infantis, cestaria de taboa e sinos dos ventos.

- A Cia. É Tudo Cena! trabalha no Estado do Rio de Janeiro,  difundindo a história e mitos da ancestralidade africana, de personalidades negras brasileiras e  temática do cotidiano da população negra.

Um afro abraço.

Aduni Benton
Diretora Artística da Cia. É Tudo Cena!
Diretora Estadual de Cultura da UNEGRO/RJ
Conselheira de Honra do CEDINE/RJ

fonte: Cia tudo É Cena e UNEGRO CULTURA

Nenhum comentário:

Postar um comentário